5 dicas de como reduzir a taxa de inadimplência no condomínio

O alto número de inadimplentes e o fluxo de caixa baixo estão entre os principais problemas que os síndicos e administradores enfrentam na gestão condominial antes e durante a pandemia. Diante desse cenário é preciso buscar alternativas para reverter essa situação.

Mas como superar essas dificuldades e realizar uma boa gestão? Antes de entrarmos nesse assunto devemos destacar que algumas iniciativas são essenciais. Entre elas, podemos dar destaque especial ao uso de novas tecnologias a exemplo de sistemas de gestão de condomínios ou até mesmo de portaria remota, essas soluções ajudam a tornar a rotina dos gestores de condomínio muito mais econômica e eficaz.

Esteja aberto a novas formas de gerir os processos do seu condomínio, as tecnologias estão aí para nos auxiliar e facilitar o dia a dia, além de reduzir custos. Veja a seguir 5 dicas de como reduzir a taxa de inadimplência no seu condomínio:

1. Realize cobranças rápidas e proponha acordos com os inadimplentes

O síndico ou administradora deve acompanhar de perto a situação financeira do condomínio, dessa forma é possível saber quem está em dia e quem está inadimplente. Ao constatar esse problema, o gestor deve agir com rapidez para realizar a cobrança da taxa, e assim garantir o pagamento ou negociação da dívida. Evitando ações judiciais que geram ainda mais despesas.

Um sistema de gestão de condomínio pode agilizar esse processo de parcelamento da dívida, entre outros processos dentro do condomínio que precisam ser reportados aos demais condôminos no fim de cada mês.

2. Notifique os condôminos sobre a data de vencimento da taxa do condomínio

Alguns casos de inadimplência acontecem por conta da falta de atenção dos condôminos, muitos acabam esquecendo de efetuar o pagamento da taxa na data de vencimento ou por não terem acesso ao boleto físico para realizar o pagamento.

Uma forma de evitar esses esquecimentos, é com o auxílio de um sistema de gestão para condomínios, é possível notificar os moradores sobre a data de vencimento para evitar que eles esqueçam. Dessa forma, o gestor pode programar de forma antecipada o envio das notificações com informações sobre a data de vencimento da taxa condominial.

3. Disponibilize de forma prática os boletos de pagamento

Usar um sistema de gestão de condomínio permite simplificar o acesso dos condôminos  aos boletos de pagamento das taxas do condomínio, essa medida é bastante indicada para reduzir o tipo de inadimplência mais comum, o decorrente de esquecimento.

Promover também o acesso a uma segunda via de boletos de forma simplificada, dando mais autonomia ao condômino para que ele emita quando precisar pelo celular e pague no aplicativo do banco ou através do PIX, ajudando a evitar atrasos no pagamento da taxa. 

Outra alternativa muito boa é permitir o pagamento de forma automática através do cartão de crédito, que além de reduzir a inadimplência recorrente por esquecimento, facilita o pagamento, pois ela faz a cobrança de forma automática no cartão todo mês. 

4. Reduza as despesas e invista na valorização do imóvel

É comprovado que reduzir as despesas do condomínio acaba ocasionando na redução da taxa de condomínio, em alguns casos essa redução pode ser de até 30%. Logo podemos concluir que com a otimização do orçamento do condomínio, a redução da taxa de inadimplência será maior. 

Por isso investir em ações que ajudam a reduzir as despesas do condomínio é essencial. A portaria remota é um bom exemplo de solução inovadora que promove a redução de custos e elevação da qualidade das atividades de gestão, pois permite a automatização do controle de acesso. O uso desse tipo de solução pode gerar uma economia de até 50% nas taxas condominiais, já que a administração deixa de arcar com encargos trabalhistas que envolvem uma contratação direta desse tipo de serviço. 

5. Conscientize os moradores da importância de estar em dia com o condomínio 

Conscientizar e educar os moradores sobre a importância de contribuir com o pagamento das taxas do condomínio é uma das estratégias que devem ser adotadas para ajudar na redução da inadimplência. Acredite se quiser, mas alguns condôminos nem imaginam que uma parte desse valor é direcionada para a manutenção e garantia de que as instalações do condomínio estejam sempre em bom estado.  

Para conseguir que os condôminos pagam o periódico do condomínio em dia, é preciso também promover uma gestão transparente e participativa. Somente dessa forma, os condôminos irão fazer parte do dia a dia da gestão e se sentirem confortáveis para sugerir melhorias e alternativas inteligentes para economizar recursos. 

Compartilhe conosco, quais ações você tem adotado para reduzir a taxa de inadimplência no seu condomínio? Deixe nos comentários sua resposta. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s