Como lidar com a inadimplência no condomínio?

Viver em comunidade às vezes significa precisar enfrentar alguns problemas de percurso. Como síndico ou administrador, você já deve ter percebido que a inadimplência é um obstáculo real.  Lidar com condôminos inadimplentes é complicado. Além de dificultar o trabalho, isso também atrapalha a vida de quem paga as contas e taxas condominiais em dia. Esse é um dos principais problemas para os síndicos. Logo, como lidar e controlar a inadimplência no condomínio?  

Como a inadimplência interfere no condomínio?

Infelizmente, é raro um síndico não passar pela experiência de ter ao menos um condômino  inadimplente. A falta de pagamento das taxas condominiais se tornam um grande problema para todos:

  • O condomínio fica em déficit de verba;
  • Os demais moradores acabam pagando a mais;
  • O síndico precisa gerenciar a crise e em alguns casos entrar com uma cobrança judicial ou protesto.

Diante de um momento de crise como a pandemia, muitas pessoas estão desempregadas ou passando por problemas financeiros. Em consequência isso acaba influenciando diretamente no atraso do pagamento da taxa de condomínio. 

Funcionários, segurança e manutenção são serviços pagos com a verba arrecadada pelas taxas condominiais. No momento em que há uma falta de pagamento por parte de um ou mais condôminos, o condomínio sofre de desfalque financeiro. E é nesse momento que começam os problemas. Se um morador não paga, os demais acabam tapando o buraco deixado pelo vizinho devedor. Logo, a inadimplência no condomínio traz consequências financeiras para todos os moradores. 

Ou seja, a inadimplência é um problema que existe e pode causar muito transtorno no gerenciamento de um condomínio. 

Como reduzir a inadimplência? 

Já ouviu aquele ditado “é melhor prevenir do que remediar”? Pois então, a primeira dica que temos sobre como o síndico pode evitar a inadimplência no condomínio, é manter a boa organização das finanças. Sempre observe com cuidado toda e qualquer forma de arrecadação de taxas. 

Essa é uma forma de não deixar que um déficit passe despercebido e se transforme em uma bola de neve. Quanto antes você perceber o problema, mais rápido vai poder agir. Logo, fica muito mais fácil controlar o tamanho da dívida do morador e a reverberação disso no condomínio. 

O síndico também pode notificar o condômino que não pagou as mensalidades em dia, isso pode ser feito via correspondência, e-mail ou mensagem no aplicativo do condomínio, como no Communy

Se a convenção do seu condomínio não traz regras claras sobre como proceder em casos de inadimplência, a solução é convocar uma reunião de assembleia. Assim todos os condôminos participam durante o processo de definição das penalidades. É de suma importância que todos conheçam e concordem com as medidas que forem estabelecidas. 

É importante também que o condomínio tenha um fundo de reserva. Essa é uma conta que pode aliviar muito a situação do condomínio em caso de grande número de inadimplência. Em momentos de crise, é preciso ter caixa para cobrir despesas como reparos e serviços emergenciais. Por outro lado, o valor retirado do fundo de reserva precisa ser devolvido. 

E se você gostou desse conteúdo e quer continuar acompanhando as atualizações do nosso blog, siga a Communy nas redes sociais. Ou melhor se quiser saber mais sobre a nossa solução para gestão de condomínios entre em contato conosco

Um comentário sobre “Como lidar com a inadimplência no condomínio?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s